Davinópolis Goiás: Diogo cita primeiras ações à frente da prefeitura

28/01/2019

Diogo Rosa cita primeiras ações à frente da prefeitura de Davinópolis

 

 

 


Com a vitória na eleição suplementar de outubro, Diogo Rosa Nunes (MDB) assumiu a Prefeitura de Davinópolis ainda no fim de 2018, durante o período de transição com o prefeito em exercício. Em entrevista, o novo prefeito relatou atraso nos pagamentos do mês de dezembro que chegavam a 90% da folha, e também dívidas de energia, com fornecedores e maquinário indisponível para utilização. Entre as 14 secretarias do município, Diogo só preencheu cinco, sendo elas: Saúde, Educação, Finanças, Cidadania e Assistência Social, Administração e Eventos. 


O prefeito adiantou que o trabalho de recuperação dos maquinários tem sido feito de forma contínua, aliado à discussão de novos projetos que devem ser realizados no município. “Já estamos com os tratores nas oficinas, a ponto de começar a trabalhar, por isso estamos concentrando na recuperação do maquinário e reformas, para começar com a reestruturação das estradas vicinais, recuperação e construção de mata-burros e pontes, por exemplo”, explicou Diogo.


Sobre seu relacionamento com a câmara de vereadores, necessária para aprovação de projetos de lei para Davinópolis, o jovem prefeito disse acreditar que os parlamentares vão votar pelo que seja melhor para a cidade, especialmente neste início de ano.


Diogo disse que a frota de veículos da saúde já foi quase todo substituída, e que será apresentada na feirinha no próximo dia 25/01. “Compramos dois carros gol 0 km e uma ambulância 0 km, e realizamos o pagamento da contrapartida da Van Fiat Ducato no valor de R$ 42 mil dessa forma investindo cerca de R$ 400 mil reais, então praticamente toda a frota da saúde sendo renovada, os médicos já estão todos contratados e os atendimentos estão sendo feitos normalmente”, informa Diogo.


Questionado sobre a realização de convênios, Diogo explicou que, no momento, Davinópolis só pode receber emendas parlamentares, pois devido as irregularidades no Cadastro Único de Convênios (CAUC) e outras certidões, não é possível ainda solicitar esses recursos. “Esse impedimento é devido a situação que a prefeitura estava, a má gestão do ex-prefeito, hoje nós podemos receber apenas emenda parlamentar, então estamos incentivando a vinda de uma empresa para cá, doando terreno para uso, continuamos fazendo o transporte de 48 funcionários para Catalão e assim que as máquinas estiverem aptas para o uso, estaremos fazendo a silagem, gradiação, plantação, com subsidio de 40% do valor de uma hora normal que eles cobram”, pontuou.


Em relação ao governo do estado, Diogo salienta que pretende buscar o convenio para construção de 40 a 50 moradias via Agehab. “Queremos conversar com o governador Ronaldo Caiado para viabilizarmos a construção de novas moradias e outros convênios. Relativo ao convenio Goiás na Frente aproveitei a licitação da empresa Cathalão Asfalto Pavimentação e Comercio Ltda e estamos fazendo as obras de asfalto no setor Boa Sorte com recursos próprios do tesouro municipal, e em aproximadamente 15 dias deverá estar iniciando no setor Goulart Bernardes Gomes diante recursos assegurados pelo então Ministro das Cidades Alexandre Baldy e o deputado eleito Adriano do Baldy”, concluiu o prefeito

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

O conteúdo do sdnews é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • Google+ - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

© 2017 "SDNEWS.COM.BR".  Liderança Bureal de Criação 'André Martins '