Assembleia realiza sessão especial de Homenagem às mulheres

10/03/2019

 

 

Por iniciativa do deputado Karlos Cabral, a Assembleia realizou sessão especial na noite da última quinta (07/03), para comemorar o Dia Internacional da Mulher, lembrado em 8 março. Homenageadas receberam a Comenda Chica Machado.

 

 

 

 

A Assembleia Legislativa do Estado de Goiás realizou, na noite da última quinta-feira, 7/03, no Plenário Getulino Artiaga, a entrega da Comenda Chica Machado a mulheres que representam liderança no Estado de Goiás. A homenagem é uma alusão ao Dia Internacional da Mulher, comemorado neste 8 de março. A iniciativa foi do deputado Karlos Cabral (PDT).

 

Compuseram a Mesa diretiva dos trabalhos a secretária de Estado da Economia, Cristiane Alkimin Junqueira Schmidt; secretária de Estado da Educação, Aparecida de Fátima Gavioli Soares; secretária de Estado do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Andreia Vulcanis; desembargadora Sandra Regina Teodoro Reis; procuradora-geral do Estado, Juliana Prudente; e promotora de Justiça Emeliana Rezende de Souza.

 

Também fizeram parte da Mesa a prefeita de Americano do Brasil, Maria Suelí da Silva Rosa Queiroz (PTB); prefeita de Bela Vista de Goiás, Nárcia Kelly da Silva (PTB); prefeita da cidade de Goiás, Selma de Oliveira Bastos Pires (PT); prefeita de Diorama, Valeria Ferreira do Santos (PT); presidente do Conselho Estadual da Mulher, Ana Rita Marcelo de Castro; escritora Adélia Freitas; e a comandante de apoio logístico da PM, Vera Lúcia Vieira.

 

Discursos

 

A primeira a falar na sessão solene foi a escritora Adélia Freitas, que contou quem foi Chica Machado. Segundo pesquisas da escritora, Chica Machado foi uma mulher negra, ex-escrava que foi muito influente na região de Niquelândia por volta de 1750.

 

“Nega cativa, era muito poderosa, tinha muito ouro e comprava e alforriava os negros. Mas eles continuavam com ela servindo por amor. Ninguém casava ou comprava terra sem perguntar a Chica Machado. Ela tinha amigos fazendeiros na Bahia e na época da colheita emprestava mais de 50 escravos que não faziam falta, tamanho era seu poder e riqueza”, contou a escritora.

 

Segundo Adélia Freitas, Chica Machado foi mãe do Padre Silvestre, primeiro deputado por Goiás, negro que falava quatro idiomas e participou da primeira Constituinte ainda no Império. “Chica Machado é um mito goiano. Um patrimônio histórico de Goiás. Ela representa a força da mulher”, disse Adélia.

 

Tragédia

 

Logo depois, o deputado Karlos Cabral remontou a tragédia de Nova Yorque (EUA), quando em 1911 centenas de operárias morreram queimadas em uma fábrica têxtil. Ele questionou por que comemorar a mulher somente neste dia 8 de março? "Celebrar o Dia da Mulher tem um significado tão especial que deveria ser comemorado todos os dias”. 

 

Cabral apresentou dados sobre a violência contra a mulher no Estado de Goiás, como o feminicídio, que cresceu 22% em relação a 2017. Ele lamentou os números que ainda vigoram no Estado, como os 34% de mulheres que afirmam terem sido assediadas sexualmente no transporte coletivo.

 

O parlamentar lembrou algumas das leis de sua autoria que beneficiam as mulheres, dentre elas a criação de medidas de prevenção e combate aos crimes de assédio sexual nos coletivos e o da Semana do Leite Materno. 

 

O pedetista lamentou ainda a pequena participação de mulheres na política, citando o número baixo de mulheres no Legislativo Goiano, que possui apenas duas deputadas atualmente. “Outro retrato da sociedade machista é a baixa participação de mulheres em lugares de poder. O Brasil ocupa o lugar 167 dos 174 de países com mulheres na política, estando inclusive, atrás do Afeganistão”, lamentou.

 

Transformação na sociedade

 

Em nome das homenageadas falou a professora Gene Maria Vieira, presidente do Fórum Estadual de Educação. Ela afirmou o poder de transformação da mulher na sociedade. “É uma honra estar aqui representando essas mulheres. Mulheres poderosas que são autoridades, líderes de suas causas e que podem fazer a diferença para a sociedade. Precisamos entender que a causa feminista ainda tem muito o que avançar. Muitas coisas ainda precisam ser resolvidas em favor das mulheres.”


Por fim, a Secretária de Estado da Economia, Cristiane Schmidt, saudou as homenageadas da noite. “Eu quero homenagear todas as mulheres porque todas nós merecemos. Nós lutamos muito, como mulher, como mãe, como profissional e sei que muitas mulheres lutam uma guerra muito mais dolorosa que a nossa, com menos recursos e menos educação. Chica Machado representa uma força feminina que está dentro de cada mulher. A gente quer respeito, dignidade, igualdade no mercado de trabalho”, disse.

 

Comenda Chica Machado

 

A sessão foi marcada pela entrega da Comenda Chica Machado na Assembleia Legislativa. A honraria foi entregue a cada homenageada pelo deputado Karlos Cabral.

 

Chica Machado foi uma mulher negra, ex-escravizada, que viveu na região de Niquelândia por volta de 1750. Segundo a pesquisadora Adélia Freitas, Chica Machado foi casada com um comerciante português com quem teve seis filhos. “Com o ouro que conseguiu, comprava escravo para libertá-los. Chica foi uma pessoa que venceu todos os obstáculos. Poderosa, tinha poder sociopolítico e econômico, e conseguiu sair da condição de escravizada e se posicionar na sociedade”, disse a pesquisadora.

 

Adélia Freitas escreveu o livro “Chica Machado: um mito goiano”, após conhecer as histórias de Chica durante uma pesquisa acadêmica na região de Niquelândia. De acordo com a autora, a forma como determinados "causos" de Chica passaram de geração em geração fazem dela um mito. “Não há como confirmar se tudo o que se conta é verdade, mas o fato é que ela permaneceu na memória das pessoas.” 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

O conteúdo do sdnews é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • Google+ - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

© 2017 "SDNEWS.COM.BR".  Liderança Bureal de Criação 'André Martins '