Caiado e Bolsonaro lançam "Juntos pelo Araguaia" para recuperar bacias do rio e promover crescimento sustentável

06/06/2019

 

Oficializado no Dia Mundial do Meio Ambiente, programa conta com a parceria do Mato Grosso e visa recuperar, na primeira etapa, 10 mil hectares da bacia hidrográfica. Previsão de investimento gira em torno de R$ 500 milhões

 

 

 

 

 

 

A boa sintonia entre os governos municipais, estaduais, federal e a população deu tom ao lançamento do programa “Juntos Pelo Araguaia” nesta quarta-feira (05/06), em Aragarças. Com a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, destacou que o programa de proteção ao Rio mostrará a todos que o Poder Executivo tem consciência ambiental. Segundo o governador, as belezas naturais estarão preservadas graças à “harmonia e entendimento, colocando cada um como parceiro no processo”.

 

“Nós teremos aqui uma união tripartite, e isso vai servir de exemplo para outros lugares no mundo afora”, disse Caiado ao ressaltar a data simbólica em que o projeto é lançado, o Dia Mundial do Meio Ambiente. “Temos aqui o maior projeto instalado para recuperar bacias de um rio, não só no País, mas no mundo todo”, completou. A primeira etapa do programa fará a recuperação de 10 mil hectares da bacia hidrográfica, sendo 5 mil em Goiás e 5 mil em Mato Grosso. O investimento gira em torno de R$ 500 milhões. 

 

O protocolo de intenções e o acordo de cooperação para execução do projeto foram assinados durante o evento pelo presidente, ministros e governadores. Na ocasião, foi exibido um vídeo documentário sobre o Rio Araguaia, produzido pela Agência Brasil Central (ABC).

 

Bolsonaro, que antes de discursar quebrou o protocolo de segurança e percorreu algumas ruas de Aragarças para cumprimentar os moradores, afirmou que a maior glória de um homem público “é ser reconhecido pelas suas políticas”. O “Juntos Pelo Araguaia”, disse, “é o maior exemplo que podemos dar de que estamos preocupados com o meio ambiente, mas também perfeitamente casado com a economia, com o que desenvolve essa região, com o que o povo precisa e quer. E nossa primeira missão é não atrapalhar quem quer produzir”, comentou, referindo-se aos produtores rurais.  

 

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles,  acenou que sua pasta caminha em harmonia com o Ministério da Agricultura, indicando ser possível que duas áreas tão importantes para o País possam trabalhar unidas. “O Brasil é o País que mais preserva o Meio Ambiente. O setor agro tem dado exemplo a todo mundo de como produzir com sustentabilidade”, reforçou. Na mesma linha discursou o ministro de Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto: “Não queremos apenas um país com riquezas naturais, queremos um país com um povo rico. Ninguém quer destruir o meio ambiente.”

 

O “Juntos Pelo Araguaia” será realizado por meio de uma parceria entre os governos de Goiás, Mato Grosso e federal. Ao longo dos próximos anos, o programa atuará na recomposição florestal, conservação de solo e água, além de ações paralelas nos municípios envolvidos. Governador de Mato Grosso, Mauro Mendes enalteceu a aliança formalizada. “Estaremos unidos por este Rio, unidos por este ideal, para que possamos preservar e recuperar aquilo que durante tantos anos foi afetado. O Rio Araguaia une esses dois estados, está no coração do Brasil.”

 

Participação dos produtores

 

O produtor rural Maurício Tonhá fez questão de viajar mais de 200 quilômetros para assistir ao lançamento do programa de proteção ambiental. Para o morador de Água Boa (MT), a presença do presidente e dos governadores evidencia a importância de políticas de desenvolvimento. "Precisamos falar sobre conservação, crescimento sustentável e respeito ao rio e aos ribeirinhos", disse o produtor da Estância Bahia.

 

Após o evento, Bolsonaro e Caiado utilizaram um jet ski do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO) para navegar pelas águas do Rio Araguaia. Sob aplausos da população, o presidente participou de todo o evento vestindo uma camisa do Goiás Esporte Clube. O presente foi dado pelo presidente do time, Marcelo Almeida, e entregue a Bolsonaro pelas mãos do cantor Chitãozinho, o embaixador do “Juntos Pelo Araguaia”. 

 

Detalhes

 

Com 2.115 quilômetros de extensão, a bacia hidrográfica do Rio Araguaia banha quatro Estados brasileiros. Diante da importância ecológica, turística, socioeconômica e cultural, o programa "Juntos Pelo Araguaia" surge com o propósito de proteger todo esse patrimônio, e também propor novos modelos de desenvolvimento sustentável.

 

Concebida como uma iniciativa de médio e longo prazo, a ação vai atuar na conservação do solo (como a implantação de bacias de contenção de águas de chuvas e sedimentos), no terraceamento de pastagens e áreas agrícolas (para aumento da infiltração e direcionamento de canais de escoamento superficial) e recomposição  florestal de áreas de preservação permanente. Paralelo a isso, vai desenvolver ações que vão influenciar diretamente na qualidade de vida da população do Vale do Araguaia. 

 

O projeto conceitual foi desenvolvido pelo Instituto Espinhaço, por meio de acordo de cooperação técnica com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) do Governo de Goiás. Segundo a titular da pasta, Andréa Vulcanis, a expectativa é que o programa já tenha efeito imediato sob alguns aspectos. “Nos últimos anos a água do Rio Araguaia diminuiu o volume em 35%. Então, já se espera um aumento da quantidade de água disponível. Já de médio e longo prazo são o retorno da biodiversidade, das espécies, da fauna, de peixes e tudo mais. É um grande projeto e precisa de tempo para produzir resultados”, explicou.

 

Sobre os recursos a serem aplicados inicialmente, Andréa explicou que parte da verba, R$ 100 milhões, será repassada pelo governo federal a partir de conversões de multas aplicadas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). “E já estamos em busca de outros recursos. Sejam internacionais, fundo perdido ou outras fontes. Vamos encontrar a partir do momento em que o projeto executivo estiver pronto e detalhado”, completou a secretária goiana do Meio Ambiente.

 

Participaram do lançamento os ministros Gustavo Canuto (Desenvolvimento Regional), Tereza Cristina (Agricultura), Ricardo Salles (Meio Ambiente) e Marcelo Álvaro Antônio (Turismo); o governador do Tocantins, Mauro Carlesse; os secretários goianos Andrea Vulcanis (Meio Ambiente), Anderson Máximo (Casa Civil), Wilder Morais (Indústria e Comércio), Valéria Torres (Comunicação), Rodney Miranda (Segurança Pública), Marcos Cabral (Desenvolvimento Social), Adriano Rocha Lima (Desenvolvimento e Inovação), Rafael Rahif (Esportes), Edival Lourenço (Cultura), Ismael Alexandrino (Saúde) e Antônio Carlos de Souza (Agricultura); o presidente da Agência Brasil Central, Vassil Oliveira; e o presidente da Goiás Turismo, Fabrício Amaral; além do presidente da Assembleia Legislativa de Goiás, Lissauer Vieira; e de diversos parlamentares goianos, prefeitos, vereadores e representantes do governo de Mato Grosso.

 

Inauguração dos bosques

 

Na parte da tarde, o governador Ronaldo Caiado também inaugurou os Bosques Juntos Pelo Araguaia. No lado de Goiás, localizdo dentro da Fazenda Bela Vista, de propriedade do seu Horlei Zoldan, foram plantadas duas mudas de Baru e uma de Pequi. “Essa iniciativa é muito bem-vinda. Ela já devia ter acontecido. Estou aqui há 46 anos e nosso Rio Araguaia era lindo. Mas estou confiante de que vamos recupera-lo”, afirmou seu Orlei, de 80 anos. 

 

Já na Fazenda Por-do-Sol, no território de Mato Grosso, o proprietário José Nogueira de Moraes recebeu os governadores de Goiás e do Mato Grosso que, juntos, plantaram mudas de Pequi, Ipê e Itarumã. “Esse é um importante marco de recuperação do Rio Araguaia. Mais que lançar um projeto, estamos aqui dando o pontapé, comemorando o primeiro hectare recuperado às margens do Rio Araguaia”.

 

Ronaldo Caiado reiterou o valor da parceria com os demais gestores. “Decidirmos encarar com responsabilidade esse projeto de recuperação do Araguaia. De uma forma harmônica, nos unimos dentro de uma legislação única para o Rio Araguaia, o maior patrimônio que temos, e vamos recuperá-lo.”

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

O conteúdo do sdnews é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • Google+ - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

© 2017 "SDNEWS.COM.BR".  Liderança Bureal de Criação 'André Martins '