Marzagão recebe 5ª temporada do Campeonato Brasileiro de Enduro

05/07/2019



Competição de motociclismo percorre todo o Brasil e reúne melhores pilotos do Brasil e do mundo
 

 

 


A quinta e antepenúltima temporada do Campeonato Brasileiro de Enduro terminou no último domingo (30/6) em Marzagão (GO). Com forte calor, típico da região, os pilotos encararam três voltas de 35 quilômetros em cada um dos dois dias. O trajeto foi dividido em duas especiais (trechos cronometrados) de Enduro Teste e um Cross Teste. As disputas foram acirradas e algumas definidas por segundos.


Pela terceira vez seguida,o piloto da equipe Honda Racing faturou as duas categorias em 2019. Também pelo time vermelho, Bárbara Neves venceu “em casa” na classe EF e basta largar na última prova da categoria exclusiva para mulheres, em Patrocínio (MG), para conquistar o bicampeonato da competição.


Crivilin, um dos melhores pilotos brasileiros da modalidade na atualidade, comentou o resultado. “Estou muito feliz com esse resultado em Marzagão. Minha meta era ganhar os dois dias. Foi um final de semana com temperaturas altas. A equipe trabalhou muito bem e a cada etapa sinto uma evolução com a minha moto CRF 250RX”, comenta o capixaba, que está na segunda colocação na classificação campeonato na Enduro GP, com 195 pontos, e em terceiro na E1, com 200.O piloto também não disputou a etapa de abertura em Itapema (SC).


Quem também fez boa prova foi Gabriel Soares, segundo colocado na E2 e terceiro na geral - mesma posição que ocupa na classificação do campeonato. “Voltei a estar 100% e mantive uma boa velocidade. Consegui ganhar algumas especiais na geral e estou muito satisfeito com tudo isso”, destaca o mineiro, que utiliza a moto Honda CRF 450RX.


Já o carioca Nicolás Rodriguez, que representa o time na classe E3, bateu o joelho direito no sábado durante a segunda volta e precisou deixar a prova. A sexta e penúltima etapa do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM será nos dias 26, 27 e 28 de julho, em Paraopeba (MG).


Para a goiana Bárbara Neves, a principal missão da temporada está quase cumprida. “No campeonato, só preciso agora largar em Patrocínio (MG) para ser bicampeã brasileira. Essa etapa foi muito importante por ser no meu Estado. Fiquei muito feliz com a presença da minha família, do público, das crianças me procurando para tirar foto. Foi sensacional”, conta a primeira mulher a integrar a equipe oficial de fábrica da Honda no Brasil e campeã latino-americana em 2018.


Nesta 5a etapa, em Marzagão, Bruno Crivilin venceu da categoria Enduro GP e EI, Romain Dumontier na E2 e Bárbara Neves na EF. A grande disputa da etapa, mais uma vez, ficou entre Crivilin e Romain Dumontier, da equipe Yamaha O2BH Racing. Se no sábado Crivilin teve vida um pouco mais tranquila, no domingo o francês forçou o ritmo e dividiu as vitórias nas especiais com o capixaba, que acabou levando a melhor. Com os resultados, Dumontier segue líder da Enduro GP e Crivilin se aproxima da primeira posição, com 24 pontos de diferença com relação ao europeu.


“Foi um final de semana muito bom para mim”, ressaltou Crivilin. “As especiais (trechos cronometrados) estavam com terreno seco, piso bem escorregadio por causa das piçarras e chão duro. Com o decorrer da prova, foram abrindo canaletas e valas e a aderência ficou melhor, apesar dos buracos. Foram duas especiais curtas e uma bem longa, então escolhi a estratégia de fazer os dois trechos menores sem errar e usar mais energia na especial longa. Acho que deu certo. No sábado venci com um pouco de folga, mas no domingo o pessoal apertou mais e tive uma boa briga com o Romain. Fico feliz quando a prova é disputada, me dá mais motivação e me concentro mais”, continuou o capixaba.


Além da liderança da Enduro GP, Dumontier manteve a ponta da E2, já que venceu os dois dias de disputas na categoria. “A prova teve um Enduro Teste muito pesado, com 15 minutos de duração e mais de oito quilômetros de trilhas. Neste domingo, consegui andar um pouco melhor que no sábado, mas não foi o suficiente para conquistar a vitória, apesar de ter vencido algumas especiais. Fui bem, mas seria melhor se tivesse vencido também a Enduro GP, não foi o resultado que queria, mas o mais importante é que continuo na liderança das duas categorias”, disse.


Pela categoria E3, o argentino Crispy Arriegada, da equipe Orange BH KTM Racing, conquistou a sua primeira vitória na temporada e está na terceira colocação no campeonato, apenas 10 pontos atrás do líder Gustavo Pellin (equipe Power Husky). O paulista Vinicius Calafati (Sacramento Racing) é o vice-líder.


Na categoria Júnior, para pilotos de até 23 anos, Patrik Capila, da equipe Yamaha O2BH Racing, fez uma temporada consistente e conta com cinco vitórias em cinco provas. Em Marzagão, o capixaba finalizou a Enduro GP na quarta colocação. “Foi um final de semana muito quente, com muito calor e boas disputas em todas as categorias. No sábado, levei um pouco de tempo para me adaptar com o terreno, mas no domingo entrei mais concentrado e focado e consegui melhorar bastante o meu ritmo. Venci mais uma vez na Junior e fiquei em quarto na Enduro GP, fazendo dois top 5 no final de semana entre os mais rápidos. Estou bem empolgado nesta reta final do campeonato, tenho uma certa folga na tabela na minha categoria, mas quero aproveitar as duas provas que faltam para finalizar entre os três primeiros da Enduro GP”, concluiu.


As disputas em Marzagão ainda tiveram como campeões os pilotos Vítor Borges Garcia (categoria E4 Pró – MXF Team), Fábio Nascimento (E35), Adriano de Ávila (E40), Frederico Garcia (E45 – Q4 Enduro Team), Arnaldo Braz (E50), Fernando Pereira (E4 230 – Q4 Enduro Team) e Juliano Wilgen (EAmador).


Na categoria feminina, mais uma vitória de Bárbara, que repetiu o feito e venceu os dois dias deste final de semana em Marzagão. Com o resultado, ela colocou uma mão na taça de campeã, já que, pelo regulamento, basta largar na última etapa da classe exclusiva para mulheres, marcada para os dias 14 e 15 de setembro em Patrocínio (MG), para comemorar o bicampeonato nacional da modalidade.


“A prova foi bem bacana, com bastante cascalho, um terreno parecido com o que eu treino. Fiquei muito feliz, principalmente pela grande quantidade do público e de crianças torcendo por mim. Procurei fazer uma prova constante, evitando erros e tombos. Enfim, foi um fim de semana perfeito”, finalizou Bárbara, que ainda é a atual campeã latino-americana da modalidade.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

O conteúdo do sdnews é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • Google+ - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

© 2017 "SDNEWS.COM.BR".  Liderança Bureal de Criação 'André Martins '