Reunião intensifica parceria entre Goiás e China

30/07/2019



Comitiva chinesa da província de Henan visita o Estado, realiza reuniões comerciais e manifesta interesse em intensificar relação diplomática e realizar intercâmbio científico

 

 


 

Vice-governador Lincoln Tejota preside reunião bilateral entre Goiás e dirigentes e empresários da província chinsea de Henan - Foto: Wildes Barbosa

 

“Vivemos um momento propício para o fortalecimento das relações entre os dois países e Goiás está pronto para suprir as demandas da China”, disse o vice-governador Lincoln Tejota durante reunião com delegação chinesa da província de Henan, realizada na manhã desta segunda-feira (29), no Palácio Pedro Ludovico Teixeira. “O mercado chinês é exigente e o estado de Goiás tem condições de atender não só a qualidade requerida como a quantidade”, afirmou.

Lincoln destacou que o momento da economia mundial, com desentendimentos comerciais entre Estados Unidos e China, abre uma janela de oportunidade para que Goiás se insira ainda mais no comércio bilateral com o país asiático. “Nosso Estado é privilegiado pelo clima, extensão e centralidade logística. Somos um celeiro de grãos e carnes e nos interessamos pela troca tecnológica que a China pode nos dar. É um momento único para estabelecermos uma relação em que todos ganhem”, reforçou.

A reunião faz parte do aprofundamento das relações comerciais entre Goiás e China, iniciada com a missão comercial liderada por Lincoln no início de junho, e foi organizada pela Assessoria de Assuntos Internacionais da Governadoria e pela Secretaria de Desenvolvimento e Inovação (Sedi). O secretário da pasta, Adriano Rocha Lima, apresentou as potencialidades de Goiás para a comitiva da província de Henan, formada por representantes do governo e empresários interessados em investir no Estado.

Adriano destacou a agenda comum e de cooperação que já existe entre o Brasil e a China e ressaltou a localização privilegiada de Goiás, com sua capacidade de produção de grãos, carne e mineração. “Somos um dos Estados que mais cresceu no país e, mesmo em crise, lideramos a geração de emprego. Somado a isso temos o maior potencial agrícola do Brasil. Temos ainda muito o que oferecer”, disse.

O secretário acrescentou ainda o lançamento de cinco parques tecnológicos (em Goiânia, Cidade Ocidental, Aparecida de Goiânia, Rio Verde e Anápolis) que compõem a Rota de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) em Goiás. Os parques, segundo ele, têm o objetivo de impulsionar a inovação e o desenvolvimento de soluções tecnológicas para o setor produtivo e pode ser de grande interesse para os investidores chineses. “Temos todo o percurso do empreendedor, com diferentes focos. Seria de grande satisfação ter empresas chinesas compondo esse projeto”, se prontificou.

Cooperação

O chefe de departamento de organização do Partido Comunista Chinês da província de Henan, Kong ChangSheng, coordenador da comitiva chinesa, avalia que a complementaridade entre as duas regiões abre espaço para que se aprofunde as relações entre Goiás e sua província de origem. Ele destacou ainda o crescimento pelo qual a província passou nas últimas décadas, com atenção para a sua centralidade na chamada Nova Rota da Seda, com voos diretos da capital, Zengzhou, para os principais pontos da Europa.

“Estamos aqui para muito mais do que uma visita amigável. Viemos para aprofundar a cooperação já existente e vimos aqui as potencialidade de Goiás. Com isso, esperamos sair daqui com parcerias comerciais concretas”, salientou ChangSheng. “Podemos, para além da economia, em futuro próximo, estabelecer relações culturais e tecnológicas ainda mais profícuas”, continuou.

Participaram da reunião, o vice-governador Lincoln Tejota; o secretário de desenvolvimento  inovação, Adriano Rocha Lima; o presidente da Acieg, Rubens Fileti; o presidente da Aprosoja Brasil, Bartolomeu Braz; o superintendente em produção rural da secretaria de agricultura, Donalvam Maia; o superintendente de atração de investimento da Secretaria de Indústria e Comércio (SIC), Adonídio Neto; o superintendente de Negociação Internacional da SEDI, Edival Júnior; o assessor internacional da Governadoria, Giordano de Souza; o chefe de gabinete da Vice-Governadoria, Flávio Inácio e demais integrantes do governo.

A comitiva chinesa é formada pelo chefe de departamento de organização do Partido Comunista Chinês da província de Henan, Kong ChangSheng; o diretor-geral adjunto do departamento provincial de finanças de Henan, Zhao Qingye; o diretor-geral adjunto do departamento provincial de agricultura e assuntos rurais de Henan, Liu Baocang; o diretor-geral adjunto do departamento do gabinete de relações exteriores de Henan, Li Zhen; o membro do comitê permanente, chefe do departamento de organização do comitê municipal, He Wei; o gerente do Porto de Liang Yng, Jin Xing; o presidente da Sensa Extrusion, Dong Ying Sun; o secretários do partido (CMOC), Wang Huan Jun; entre outros.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

O conteúdo do sdnews é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • Google+ - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

© 2017 "SDNEWS.COM.BR".  Liderança Bureal de Criação 'André Martins '