Em nota, Jairo Gomes Junior faz esclarecimento dos fatos ocorridos na ultima quarta

02/11/2019

 

 

 

 

 

 

Jairinho ressalta compromisso com a população de Cristianópolis e lembra que o inquérito policial já foi arquivado pelo TCM em julho de 2018

 

 

 

O prefeito afastado Jairo Gomes Pereira Junior, emite nota oficial em suas redes sociais na noite desta quinta-feira (31/10), para esclarecer os fatos ocorridos na quarta-feira (30).

 

Na nota, o gestor ressalta o compromisso com a população de Cristianópolis e lembra que o inquérito policial já foi arquivado pelo Tribunal de Contas dos Municípios em Julho deste ano e diz não entender motivo do seu afastamento, após a primeira etapa da operação feita pela polícia civil em outubro de 2018 e só agora solicitaram seu afastamento e de três secretários.

 

Sobre a sua prisão em flagrante que foi amplamente divulgado de forma equivocada pela imprensa, como sendo prisão relacionada a desvio de verbas públicas, o prefeito esclareceu que a prisão se deu por conta de uma arma que estava irregular em sua casa, o prefeito possui porte de arma, mas teve que pagar fiança com relação à está arma irregular.

 

Por fim, Jairinho destacou que não compactua com atitudes ilícitas e que a sua gestão foi sempre foi limpa e transparente nesses últimos 7 anos e que se algum servidor praticou atos criminosos, deverá ser responsabilizado pelos seus atos.

Na segunda fase da Operação “Cota Extra”, foram afastados os secretários: Santiago Machado (Obras); Dário Fonseca (Administração),  Leandra Cristina de Oliveira Pereira primeira dama e secretária de saúde; e o prefeito Jairo Gomes, todos por 90 dias.

Leia abaixo a nota na íntegra:

 

NOTA DE ESCLARECIMENTO

 

Diante das notícias divulgadas pela imprensa, venho trazer a verdade dos fatos, em respeito a população de Cristianópolis.

 

A Polícia Cívil investiga desde o ano passado a Prefeitura de Cristianópolis, sobe a suspeita de desvio de recursos públicos, através do abastecimento da frota. Ontem vieram em busca novamente de documentos e intimar alguns funcionários para prestar depoimentos em Goiânia, diante dos depoimentos prestados, se confirma ainda mais que não houve atos ilícitos que pudessem trazer prejuízos a administração e ressalto meu compromisso com a população de Cristianópolis, a qual tenho todo carinho e respeito e se algum funcionário cometeu algum ato ilícito, que ele seja devidamente responsabilizado, pois não compactuo com atos criminosos e com pessoas mal-intencionadas que buscam prejudicar a minha administração e a população de Cristianópolis.

 

Ontem, foi encontrada uma arma em minha residência a qual estava irregular e por isso tive que pagar fiança relativo a está arma.

 

Estou a disposição da justiça, para maiores esclarecimentos e aguardo na finalização do inquérito, o qual só vem para elucidar aquilo que falei, minha administração é limpa e transparente e na minha vida nunca fiz e nunca fui conivente com atos ilícitos. Estou injustamente afastado por 90 dias do meu cargo é um fato que causa estranheza pois o TRIBUNAL de CONTAS  dos MUNICÍPIOS  arquivou este processo, em Julho deste ano por não ter encontrado nada de errado e a investigação já tem mais de 1 ano e só agora pediram o meu afastamento e de alguns secretários, mas a verdade vai aparecer e logo mais estarei de volta ao meu cargo.

Jairo Gomes Pereira Junior  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

O conteúdo do sdnews é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • Google+ - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

© 2017 "SDNEWS.COM.BR".  Liderança Bureal de Criação 'André Martins '