“O lado podre do Estado brasileiro fez isso comigo”, diz Lula ao sair da cadeia

10/11/2019

 

 

Ex-presidente foi liberado na tarde desta sexta-feira (8) menos de 24 horas depois de o Supremo declarar inconstitucional a prisão em segunda instância

 

 

 

Ao deixar nesta sexta-feira (8) a Superintendência da Polícia Federal (PF), em Curitiba / PR, onde cumpria pena, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou várias instituições brasileiras, entre elas a própria PF, o Ministério Público e até mesmo o sistema judiciário do País.

 

"O lado podre do Estado Brasileiro fez isso comigo e com a sociedade brasileira. O lado podre da Justiça, do MP, da PF, da Receita Federal, trabalhou para criminalizar a esquerda, o PT e o Lula. Eu não poderia ir embora daqui sem poder cumprimentar vocês. Eles não prenderam um homem. Eles tentaram matar uma ideia", disse o ex-presidente em um palanque improvisado montado próximo da PF.

 

Nessa quinta-feira (7), O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que somente deverão cumprir pena os condenados que já tiveram todos os recursos analisados pela Justiça. Dessa maneira, o juiz Danilo Pereira Júnior, da 12ª Vara Federal de Curitiba, determinou hoje a imediata expedição de alvará de soltura de Lula.

 

O alvará de soltura do ex-presidente foi expedido às 16h16 e encaminhado à Superintendência da Polícia Federal (PF), onde Lula cumpria pena. Por volta das 17h40 o ex-presidente foi liberado e recepcionado por uma multidão. (fonte: O Popular Goiás)

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

O conteúdo do sdnews é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • Google+ - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

© 2017 "SDNEWS.COM.BR".  Liderança Bureal de Criação 'André Martins '