Onofre diz que já protocolou recurso de defesa e afirma que continuará firme administrando em prol de sua população

06/06/2017

 

 

O prefeito de Ouvidor, Onofre Galdino Pereira Junior (PMDB), após ser sentenciado pelo juiz Marcus Vinicius Ayres Barreto, da 8º zona eleitoral da comarca de Catalão, esteve na redação do Portal sdnews.com.br para prestar esclarecimentos à população. Acompanhado do procurador jurídico do município, Dr. Clelisson Fonseca e do secretário de saúde, Gedean da Silva Ribeiro Onofre disse que esta recorrendo da decisão.

 

 

 

Após receber a sentença, o Onofre foi até Goiânia e procurou seu advogado, Dr. Dyogo Crosara, para que seja feita a representação de contestação e defesa. O prefeito não chegou a ser afastado da prefeitura.

Segundo Onofre, a Prefeitura gastou mais do que o orçamento para tratamento de pacientes ouvidorenses desde 2013. “Sempre gastamos mais do que éramos obrigados a gastar, porque fazer isso? Por que nós temos sensibilidade, nós lidamos com pessoas, o nosso trabalho é atender pessoas, e principalmente na área da saúde. Se você comparar vai ser a mesma coisa, não estamos falando da sentença, mas temos que ter dados dentro dessa própria sentença, o direito do juiz foi de dar a sentença e nós de interpretarmos”, explicou o gestor.

 

Ainda segundo o prefeito, o trabalho dos advogados será em cima do que o juiz escreveu na sentença e no documento não consta nenhum dado relacionado à compra de votos. “Como que nós compramos votos? Como vamos escolher que o cidadão vai adoecer durante a campanha eleitoral? Você vai adoecer em 2015, 2016 e vai favorecer seu voto porque adoeceu?” Indagou Onofre.

 

Onofre continua e diz que foram gastos mais de R$ 100 mil reais com apenas um paciente do município. “Tem gente na cidade de Ouvidor que nós gastamos em 2015 mais de R$ 100 mil reais com a UTI, essa família é adversária nossa, continuou adversária, como podemos deixar de fazer esse atendimento de pagar para o cidadão por que ele é adversário político nosso?”.  O prefeito reiterou que o lema da sua gestão é olhar para o cidadão como cidadão, e não como adversário político.

 

Sobre o recorrimento da sentença, “O nosso advogado Dr. Dyogo, uma pessoa competente, a gente acredita que vamos para o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e sairemos de lá convictos da reversão juridica”, disse o prefeito.

 

Quando perguntando sobre como recebeu a notificação, Onofrim foi claro. “Triste eu estaria se a cidade de Ouvidor estivesse nas páginas policiais, como a gente vê ai no Brasil, ex-governador, atual governador, inclusive o próprio governador do nosso Estado envolvido em corrupção. Eu desafio qualquer um para identificar onde tivemos compra de votos, se assim for não precisa da justiça me tirar, eu mesmo sou capaz de renunciar o mandato”, falou.

 

O procurador jurídico de Ouvidor, Dr. Clelisson Fonseca disse que defende a ‘reforma’ integral da sentença, visto que se trata de contas do município de Ouvidor e não de autorizações financeiras praticas pelo prefeito em benefício próprio. “Isso aqui se trata das contas do município, isso não é uma conduta dele, então sabemos que esses programas não foram utilizados para causar qualquer desequilíbrio eleitoral, acredito que existem provas – e eles já estão no processo – e acredito que elas não foram consideradas na sentença para fins de absolvição, mas tratamos com respeito, claro, e vamos acompanhar e promover o recurso necessário para tão brevemente nós termos a notícia da revisão dessa sentença que causa sim um desconforto a nós”, argumentou o jurista.

 

APOIO POPULAR

 

No dia seguinte após a notificação, chegando à prefeitura, Onofre Galdino (PMDB) foi recebido com festa, companheirismo e parceria da população ouvidorense. Onofre recebeu com carinho e disse “A gente renova as energias, acho que o ser humano precisa disso, foi uma manifestação de apoio, é muito bonito ver as pessoas mobilizadas em prol de uma cidade, de companheirismo, a gente fica feliz e me senti muito energizado e fortalecido para poder enfrentar esses desafios”.

 

O procurador afirmou que o próximo passo agora é entrar com recurso e que Onofrim não deixou de ser prefeito de Ouvidor por um minuto sequer, e que agora cabe acompanhamento do processo e esclarecimento da justiça.

 

“Nós não deixamos a Prefeitura nenhum minuto sequer, e falar que daqui um mês ou dois meses tem novas eleições, isso não é a realidade dos fatos, temos que acompanhar e ver que a coisa não acontece do jeito que a oposição quer, mas sim da forma que a justiça propor”, disse Onofrim.

 

O prefeito se sentiu honrado com a quantidade de apoio em frente à prefeitura, e que apesar de não ser planejado, esse movimento dá mais combustível nessa batalha. 

 

O conteúdo do sdnews é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

O conteúdo do sdnews é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • Google+ - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

© 2017 "SDNEWS.COM.BR".  Liderança Bureal de Criação 'André Martins '