PMDB e aliados vao unir na disputa de 2018 “Oposição estará unida e com uma forte aliança, na disputa de 2018”, garante Daniel Vilela

18/12/2017

 

Encontro do PMDB goiano realizado na manhã desta quinta-feira, 14/12, em Goiânia, transformou-se em verdadeiro evento de homenagem ao prefeito de Goiânia, Iris Rezende Machado. Prestigiado por líderes do partido, o encontro encerrou o ciclo de reuniões do PMDB em 2017 e serviu para buscar a união do partido em torno da pré-candidatura de Daniel Viela ao governo de Goiás em 2018.

 

O ex-prefeito de Aparecida de Goiânia, Maguito Vilela, fez rasgados elogios a Iris Rezende, a quem chamou de maior líder peemedebista de todos os tempos. “Iris transformou Goiás em todos os sentidos. Temos que honrar e dignificar o político imortal Iris Rezende Machado, que vai ficar para eternidade pelo que ele fez pelo seu povo”, elogiou.

 

Maguito ainda destacou durante o encontro que é preciso fazer uma ampla aliança com partidos. Ele explicou que faltou o PMDB ter feito alianças para ter vencido eleições no passado. O peemedebista declarou que vem conversando com lideranças de vários partidos, inclusive que estão na base do governo. Ele citou diálogos com o senador Wilder Morais, presidente do PP e com o secretário Vilmar Rocha que dirige do PSD no estado.

 

“É muito difícil para um partido que tem muitos líderes, prefeitos importantes, deputados federais e estaduais importantes, não lançar candidato.

 

Maguito defendeu um número maior de candidatos no primeiro turno para confrontar com o candidato do PSDB, que hoje é José Éliton, atual vice-governador. “Tenho defendido que todos os partidos tenham candidatos”, afirmou.  

 

O ex-prefeito de Aparecida voltou a dizer que não será candidato nas eleições de 2018. Para ele, o momento é de oportunizar os jovens na política.

 

Bastante emocionado no evento, o prefeito de Goiânia, Iris Rezende se manifestou por união no PMDB, mas diferente de outras lideranças, ele não declarou abertamente apoio a Daniel Vilela como candidato do partido. O prefeito, por seu turno, agradeceu as homenagens e disse que o momento é de união da oposição e que não se furtará em subir no palanque para levar a oposição de volta ao comando do Estado. “Estarei presente com vocês na campanha”, assegurou Iris.

 

O prefeito de Catalão, Adib Elias Junior afirmou que Caiado não deve ser criticado, pois se trata de um aliado e não de um inimigo. “Não vamos criticar o senador Ronaldo Caiado. É um parceiro que está ao nosso lado. O PMDB governa 65% do estado. As eleições estão nas nossas mãos”, destacou o prefeito de Rio Verde.

 

“O PMDB foi fundamental para a eleição do senador Ronaldo Caiado. Ele reconhece isso e sabe o quanto foi fundamental o apoio do PMDB. Nós entendemos que é chegada a hora da retribuição do PMDB receber o apoio do Democratas e com o nosso candidato liderando um projeto de oposição para Goiás”, declarou Daniel Vilela.

 

Daniel Vilela foi cauteloso em relação as recentes pesquisas eleitorais divulgadas. Ele avaliou que os números refletem neste momento, o conhecimento do eleitor sobre o candidato. De toda forma, ele entende que os números são positivos a ele. Daniel entende que há um esgotamento do atual governo.

 

O presidente do PMDB em Goiás declarou que já conversou com o senador Ronaldo Caiado sobre candidatura da oposição ao governo estadual em 2018. Ele acredita que chegará a um bom desfecho. O deputado federal disse que ainda é cedo para dizer quando a decisão será tomada

 

Por fim, Daniel discursou sobre influência que tem de Maguito. “Meu pai é meu ídolo, meu conselheiro, meu melhor amigo, que me ensinou os valores fundamentais da boa política.  Poder é sedutor, mas afirmo por duas razões que amanhã ocupando qualquer cargo de mim não esperem poder suba a cabeça”. “T que estar na vida pública para praticar boa política, mas temos um longo caminho a percorrer. Já começamos nossa jornada, cumprimos nosso planejamento, percorremos estado, ouvindo população e militância. […] Goiás está estagnado, há muito tempo ouvindo propostas fantasiosas. Governo do PSDB se perdeu pelo caminho e tenta se sustentar em falsas promessas. Governo está cansado. 20 anos é tempo demais”, acrescentou o pretenso candidato ao governo de Goiás pelo PMDB.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

O conteúdo do sdnews é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • Google+ - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

© 2017 "SDNEWS.COM.BR".  Liderança Bureal de Criação 'André Martins '