PP, PDT e PRB deverão deixar Zé Elton e buscar novas alianças entre Caiado e MDB

03/08/2018

 

 

Após a saída do PROS e indicação do deputado estadual Lincoln Tejota como pré-candidato a vice do senador democrata Ronaldo Caiado a base governista parece não ser a mesma. Diante a não reação do governador Zé Eliton com a devida seriedade à iminência de defecção de três dos seus partidos mais importantes; PP, PDT e PRB.

 

 

O PP está próximo, muito próximo de uma aliança com Daniel Vilela (MDB), diante pressão do Palácio do Planalto. O PDT praticamente fechado com Ronaldo Caiado, só faltando acertar detalhes na proporcional. E o PRB de João Campos diante suas bases na policia  e igreja evangélica avaliando possibilidades entre Ronaldo Caiado e o MDB.

 

Bastaria a perda de um desses partidos para provocar um abalo sísmico respeitável na candidatura de Zé Eliton. Dois, pior ainda. E três seria um verdadeiro cataclismo.

 

Parte da explicação para essa agitação na base governista está na falta de perspectivas reais de vitória para Zé Eliton. Depois de quatro meses como governador, ele não se afirmou como candidato – tendo adotado uma estratégia suicida, a de primeiro se consolidar como um governante estadista, para depois se dedicar à campanha, o que só está começando a acontecer a partir de agora. Esse erro deixou o tucano estagnado nas pesquisas, passando imagem de fragilidade e abrindo uma janela de oportunidade para que partidos e políticos até então aliados avaliassem outras: alternativas para a sobrevivência e fortalecimento dos projetos de cada um.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

O conteúdo do sdnews é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • Google+ - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

© 2017 "SDNEWS.COM.BR".  Liderança Bureal de Criação 'André Martins '