Secretaria de Saúde lança campanha Catalão contra mosquito Aedes Aegypti

15/09/2017

 

A Secretaria Municipal de Saúde lançou na manhã desta quinta (14/09), em parceria com a Vigilância Sanitária Municipal, Regional Estadual de Saúde Estrada de Ferro e 10° Batalhão de Corpo de Bombeiros o início da Campanha Catalão contra o Mosquito Aedes - transmissor da Dengue, Febre Amarela, Chikungunya e Zika Vírus.

 

 

Em entrevista, o secretário de saúde, Dr. Fernando Netto Lorenzzi disse que o mosquito é o ser vivo mais ativo do planeta, e que ainda não foi identificado um medicamento que seja eficiente no combate às doenças transmitidas por ele. “A intenção é lutar contra essa que pode ser a pior epidemia já enfrentada. Sem a participação da sociedade, sem que a gente convença que eles têm responsabilidade, talvez maior que a nossa, o trabalho não terá resultado, então nosso objetivo é sensibilizar a população para também se tornar agente contra essa doença terrível”, explanou o gestor da saúde.

 

Sobre as visitas que serão realizadas para eliminação de criadouros e conscientização, foram reunidos cerca de 250 agentes, que pretendem cobrir toda a cidade de Catalão num período de cinco dias, retornando em locais de difícil acesso ou que houver a dificuldade na fiscalização. “Pedimos a colaboração da imprensa para que divulguem e peçam às pessoas que facilitem a abordagem e mostrem os possíveis reservatórios de água. (...). As zonas potencialmente perigosas serão anotadas num mapa e sob qualquer indício a prefeitura voltará lá. Essas coisas que as pessoas acumulam no fundo de casa é um reservatório potencialmente letal, estaremos observando todas as residências e fazendo um trabalho de conscientização”, ressalvou o secretário.

 

De acordo com Dr. Fernando Netto, os focos dificilmente serão encontrados neste período de seca, mas que neste primeiro momento será uma ação de prevenção. “No período de estiagem dificilmente encontraremos focos, o trabalho é na tentativa de sensibilizar, pois quando cair à água, o ovo adormecido eclode, vira larva, se transforma em mosquito e sai contaminando todo mundo”, explicou.

 

Nesta parceria, a Secretaria de Saúde e os parceiros, querem fazer uma ‘varredura’ e identificar todos os pontos potencialmente capazes de proliferação do mosquito com ações estratégicas direcionadas. A equipe de cerca de 250 agentes deve começar a percorrer os bairros de Catalão nos próximos dias.

 

Durante a coletiva o secretário de saúde esteve acompanhado do Diretor da Vigilância Sanitária Municipal Giovanni Franco, da Subcoordenadora de Endemias da Regional de Saúde Estrada de Ferro Érica Cristina Martins de Paula e o Tenente do 10° Batalhão de Corpo de Bombeiros Aurélio Martins.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

O conteúdo do sdnews é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • Google+ - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

© 2017 "SDNEWS.COM.BR".  Liderança Bureal de Criação 'André Martins '