Trem Goiânia-Brasília está próximo de ser  viabilizado, afirma Correio Brasiliense

07/04/2017

 

Periódico da capital federal ouviu ANTT e o governo do DF sobre a construção. Governador Marconi Perillo será o coordenador do projeto

 

 

Obra importante para Goiânia, Brasília e toda região do eixo entre as duas capitais está próxima de iniciar. O trem Goiânia-Brasília promete aumentar substancialmente o fluxo de pessoas entre as capitais e, no curto prazo, movimentar os mercados de trabalho em Goiás e no Distrito Federal. De acordo com apuração realizada pelo jornal Correio Braziliense junto à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), o projeto está próximo de ser viabilizado.

 

Inicialmente, os trilhos teriam 210 quilômetros de extensão e composições viajariam com velocidade de até 200 km/h, com 1h30 de tráfego entre Goiânia e Brasília. De acordo com reportagem do periódico publicada nesta terça-feira (4/4), a ANTT afirmou que projeto já tem aprovada a viabilidade técnica e ambiental e está na fase de verificação financeira. A obra está estimada em US$ 8,5 bilhões e será coordenada pelo governador Marconi Perillo. “Estou bem otimista. Pela primeira vez, estou sentindo uma intenção de verdade para que esta obra seja feita. Ela é muito importante para o país. Há até investidores chineses interessados”, afirmou Marconi.

 

A intenção, informa o Correio, é que a obra seja feita por meio de um Programa de Parcerias para Investimentos (PPI) ou um Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI), o que depende de um esforço dos governantes em buscar investidores. Ouvido pela reportagem, o diretor-presidente do Metrô-DF, Marcelo Dourado, também acredita que a ideia está mais perto de se concretizar. “Os estudos estão concluídos e estão no radar do governo federal. Isso tem que sair do papel para ontem. Não há outro caminho, senão o país vai entrar em colapso”, afirmou. 

 

No último dia 20 de março, Marconi Perillo participou de reunião, em Brasília, com o ministro chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Moreira Franco, e com o diretor-geral da ANTT, Jorge Bastos, para discutir o projeto. Na ocasião, o governador levou ao ministro o EVETEA - Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental - que recebeu da ANTT há menos de um mês. O projeto vem com um completo estudo sobre o cronograma da obra, inclusive com a engenharia financeira. “Por essa engenharia, os governos terão que colocar muito pouco recurso”, afirmou Marconi, ao sair da reunião.

 

De acordo com o governador, já existem investidores interessados. “O Brasil está retomando a confiança do mercado externo, dos investidores internacionais. Existem investidores chineses, fundos soberanos de várias partes do mundo, também interessados”, informou.

 

Goiânia, 6 de abril de 2017.

Gabinete de Imprensa do Governador de Goiás

 

O conteúdo do sdnews é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

O conteúdo do sdnews é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • Google+ - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

© 2017 "SDNEWS.COM.BR".  Liderança Bureal de Criação 'André Martins '